segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Montevideo: turismo na capital uruguaia (3)

*** DICAS DE MONTEVIDEO - RESUMINHO:

Moeda é o peso uruguaio, mas vários estabelecimentos aceitam dólares ou reais. É claro que eles vão aplicar a cotação deles que pode não ser a mais favorável. Ou seja, dá para levar dólares e reais. Quanto a comprar pesos uruguaios aqui no Brasil, eu não acho vantajoso, porém, isso varia muito de acordo com a cotação. Logo, antes de viajar, verifique os valores da cotação e observe também que algumas casas de câmbio cobram comissão, além de não oferecerem uma conversão boa.

- Como chegar: voos diretos com a Gol, TAM, Pluna são ótimas opções.

AEROPORTO CARRASCO/DUTY FREE: um dos mais modernos aeroportos da América Latina, totalmente remodelado, possui uma das maiores lojas de Duty Free também da América Latina (isso se não for a maior de fato!!). É enorme!! Portanto, vale a pena se programar para passar pelo menos uma hora, com folga, dentro do Duty Free e fazer comprinhas maravilhosas. Desde produtos da marca Lacoste, Tommy e Nike, até alfajores Havanna, passando por um quiosque maravilhoso da marca Victoria's Secret, eu fiz a festa! Espero que sua qualidade, em termos de oferta, quantidade, preços (mais baratos do que os preços do Duty Free do Rio de Janeiro) e variedade estejam mantidos.

O aeroporto fica a 18km de Pocitos e o táxi não sai caro.

Quem conferir, comente aqui no blog para que eu saiba se continua bom!!

Avenida 9 de Julio e Plaza Independencia: são bons lugares para as compras de souvenirs e produtos em couro. Souvenirs eu comprei. Couro não e por isso não posso relatar aqui sobre sua qualidade. Havia alguma lojas da marca local Indian pela Av. 9 de Julio (principal rua de comércio popular de Montevideo, que também conta com casas de câmbio que oferecem boa cotação).

- Montevideo Shopping e Punta Carretas Shopping: o primeiro em Pocitos e o segundo em Punta Carretas. Estive nos dois, sendo que em Punta Carretas foi super rápido, só para dar uma voltinha.

Hospedagem: Punta Carretas ou Pocitos (please!!). Só fique no Centro/Ciudad Vieja se a grana estiver muito contadinha. Do contrário, gaste um pouco a mais e fique nesses bairros, que são bem melhores e agradáveis.

- Táxis: são bem mais baratos do que a maioria das capitais brasileiras. Os de cor preta com capô amarelo são ainda mais baratos. Taxímetros costumam medir a corrida em fichas/números que depois são convertidos com base em uma tabela. São desconfortáveis em razão do carpete e da barreira de vidro que separa o motorista dos passageiros. As tabelas variam de acordo com os horários, se dia ou noite, e também se for final de semana, dia de semana ou feriado.

É legal ter sempre o endereço em mãos, principalmente o do hotel onde vai se hospedar, para dizer ao motorista. Nem todo táxi tem GPS!! Aliás, nenhum táxi em que entrei (até onde me lembro) possuía GPS.

Para pagar o taxista, tem uma espécie de caixinha no divisor de vidro que separa o motorista do cliente, onde você coloca o dinheiro.

Os táxis de cor caramelo/creme que saem do aeroporto são mais caros e parecem ser melhores também.

Cervejas locais bem gostosas: Patrícia, Zillertal, Porteña e Pilsen.

- Experimente o Medio Y Medio: champagne com vinho branco. Tomei no Mercado del Puerto e gostei.

Coma: medialunasdulce de leche (o doce de leite uruguaio é tão gostoso quanto - ou melhor - do que o argentino), pancho (cachorro-quente) e o chivito (o monstruoso sanduíche do Uruguai). As comidas em Montevideo eram bem mais em conta do que em Punta del Este. Custavam, em média, menos do que a metade. Meu foco em Montevideo não foi o gastronômico, portanto, pouco posso recomendar sobre o assunto. Mas lendo o blog "Meus Roteiros de Viagem", juro que fiquei até mais animada em retornar a Montevideo para conhecer os restaurantes listados nele. Fiquei com água na boca, viu??

- Supermercado TATA: com preços acessíveis, estive em um na Avenida 9 de Julio. Legal para entrar e conhecer alguns produtos locais como o dulce de leche LA PATAIA. Tem que comprar o Lapataia, viu???

- Mercado del Puerto: ótimo lugar para comer!! Bem servido e preços em conta. Restaurante indicado é a  Casa Roldós.

RamblasPunta Carretas e Pocitos, estão repletas de atividades de lazer, praças, parques, um bom passeio para a família, para crianças, com opções de restaurantes, bares, cafés, sorveterias... vale a pena. As praias, quando eu estive, estavam bem cheias. Mas acho recomendável verificar, quando for, se estão apropriadas para banho. O Parque Rodó é outro atrativo para toda a família.

Rambla de Buceo/Puerto Buceo: não cheguei a conhecer, mas, seguindo o caminho das Ramblas (avenidas litorâneas que costeiam o Rio da Prata), parece ser outro lugar agradável para um passeio.

- Segurança: não gostei de andar à noite pelo Centro e Ciudad Vieja. Não vi nada que me assustasse, mas, por ser feriado e estar bem vazia a cidade, como a área é de grande comércio e centro financeiro também, era um verdadeiro deserto. Não arrisquei andar por lá a não ser de táxi. Não recomendo também. Em lugares como Pocitos e Punta Carretas, achei seguro. Mas, vocês sabem como as coisas funcionam, né? Turista tende a ser alvo fácil pela distração e, muitas vezes, pelo descuido com seus pertences. 

A dica é: cuidado com os batedores de carteira. Há mendigos e algumas pessoas estranhas que vi na região do Mercado del Puerto. Ali, mesmo durante o dia, eu andava com minhas amigas em passo apressado e não me senti segura, embora, mais vez, deixo registrado que não vi nem soube de nada efetivamente perigoso. Como seguro morreu de velho, não dê mole e tenha seus cuidados normais como se estivesse em qualquer outra capital. Combinado?

Dica do Blog "Meus Roteiros de Viagem": Visita guiada a Bodega Bouza -> outro relato que me deixou no mínimo curiosa em retornar a Montevideo. E não é que estou ficando mesmo mais aninada?? Quem sabe em um próximo feriadinho?? rsrsrs...

- Dica super bacana de CAMINHADA EM MONTEVIDEO extraída do Site Wikitravel:

  • Andar a pé por Montevidéu é prazeroso, pela beleza da arquitetura.
    • Pegue um ônibus até o Terminal Tres Cruces e saia andando.
    • De preferência, caminhe pela Boulevard General Artigas, avenida de inúmeras construções bonitas, seguindo por ela até chegar no Parque Rodó. Continuando mais, chega-se ao Parque de las Instrucciones del Año XIII. Bem perto dele, encontra-se um Shopping. A caminhada pode continuar pela beira do Rio, onde existe uma calçada parecida com a que tem em Ipanema e chegar até a Avenida Herrera (local bom de bares e baladas). Subindo pela Avenida chega-se ao Shopping Montevideo. Percurso aproximado: 8 km.
    • Outra opção, do Terminal pro Estádio Centenário. Pegar a Avenida Italia até a Avda. Navarro. Nela, à direita após uns metros se observará o Centenário, possui um museu. Percurso aproximado: 1 km.
    • E para finalizar, do Terminal até a Praça Independência. Descer pela Bvar. Gral. Artigas até a Avda. 18 de Julio. Ir se deleitando com os comércios e o frenético movimento desta Avenida, onde aprecia-se a Biblioteca Nacional, a Universidad de la República, etc. Continuar até a Puerta de la Ciudadela, na Plaza de la Independencia. Percurso aproximado: 6 km. No entanto, lembre-se: nos dias de semana, o centro antigo da cidade é como o de qualquer grande cidade brasileira: motoristas estressados, trânsito intenso e barulhento e muito, muito escapamento de gás carbônico dos carros e ônibus. As ruas e as calçadas do centro, infelizmente, são sujas. Nas calçadas das ruas transversais, tenha cuidado para não pisar em cocô de cachorro a cada dez metros.

--->>> FERIADOS EM MONTEVIDEO:


  • 1 Janeiro Ano Novo
  • 6 Janeiro - Dia dos Reis
  • 6 Abril Sexta-feira Santa
  • 19 Abril Desembarcação dos 33 Orientales
  • 1 Maio Dia do Trabalhador
  • 18 Maio Batalha das Pedras
  • 19 Junho Nascimento de Artigas
  • 18 Julho Juramento da Constituição
  • 25 Agosto Dia da Independência
  • 12 Outubro Dia da Raça
  • 2 Novembro Dia dos Defuntos
  • 25 Dezembro Dia da Família (Natal)


- Mais dicas extraídas do site Wikitravel --> RESUMINHO DE COMPRAS:

Muitas lojas, restaurantes e museus aceitam pagamentos em Peso, Dolar e Real. (...) Troque dinheiro no centro da cidade, nas casas da Av. 18 de Julio, lá eles pagam melhor. No aeroporto a cotação é bem pior, só troque um pouco, caso necessário. Além disso, você pode usar seu cartão internacional para crédito ou débito em praticamente todo lugar. Basta autorizá-lo, em sua agência bancária, antes de viajar, para compras no exterior.
  • Obs.: Uma diferença grande entre o Brasil e Montevideo é o horário de abertura das lojas. Se você sair às 08:00 da manhã encontrará quase todos os tipos de comércio fechado, as lojas normalmente abrem a partir das 10:00.
  • Mercado de los Artesanos, na calle Paraguay, entre avenida 18 de Julio e Colonia ou na Alquilles Lanza. Funciona de 2a. a sábado, até as 20h e tem uma boa variedade de artesanato típico: cuias, bombas, objetos decorativos, roupas em lã.
  • Los Domingues. Na esquina da rua Paraguay com Colonia fica essa interessante casa de bebidas, doces e temperos, ótima para comprar vinhos excelentes bem mais baratos que nos restaurantes, além de doces, como o turrón espanhol.
  • Cutelaria Montevidéu, na praça Independencia 832, com jaquetas diversas; peças personalizadas em 24h. Tel. 598-2 901-6226.
  • Feira de Tristán Narvaja, a céu aberto, com comidas, antigüidades e lembranças. Na verdade é um misto de feira-livre, brechó, sebo, antigüidades, quinquilharias e até mesmo animais vivos (galinha, coelho, peru, gato, cachorro e outros bichos de pena). Aos domingos de manhã, na rua de mesmo nome e imediações. As lojas da rua podem ser até mais interessantes.
  • Shopping Punta Carretas, o mais completo, José Ellauri 350, entre Solano García e García Cortinas.
  • Manos del Uruguay. Lojas de roupas de lã feitas à mão, com muita coisa bacana. Tem nos shoppings e no Mercado del Puerto.
  • Av. 18 de Julio (roupas de couro): Artéria comercial da cidade, reúne a maior e mais conveniente oferta de roupas e objetos de Montevidéu. Se o objetivo é encontrar bons artigos em couro, a 18 de Julio é o melhor destino, com lojas do gênero concentradas especialmente no trecho em que a avenida se aproxima da Ciudad Vieja.
  • Feira da Villa Biarritz O foco aqui é a moda feminina a ótimos preços. Menos caótica e diversificada, porém com produtos em geral de melhor qualidade do que os de Tristán Narvaja, os quiosques de Villa Biarritz apresentam os elementos obrigatórios de qualquer feira do país (frutas, verduras, doces e queijos), mas o público está atrás mesmo é de novidades para o guarda-roupa e para a casa. Ruas José Ellauri, Leyenda Patria e José Vázquez Ledesma, todos os sábados, das 9h às 15h.
  • Feira do Parque Rodó: "Concorrente" da feira de Tristán Narvaja, já que também acontece aos domingos, é outra boa oportunidade de encontrar roupas e presentes - a maioria dos quiosques de Villa Biarritz vêm para cá. Oferece o adicional de ter como moldura o principal parque da cidade e seu emblemático lago, o que no verão --quando Montevidéu passa fácil dos 30 graus-- não é um detalhe a desprezar. Parque Rodó, todos os domingos, das 9h às 15h.
  • Às margens do rio da Prata, o viajante logo encontra um caminho demarcado, que contorna uma imensa loja de produtos artesanais com a marca "Hecho Acá" --sobretudo objetos decorativos, brinquedos e roupas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário