segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Montevideo: turismo na capital uruguaia (2)

Continuando meus relatos sobre Montevideo, vamos ao City Tour que eu fiz por lá em janeiro de 2011:


**** Começamos o city tour pela Plaza de Constitución e a Catedral:

Inaugurada em 1804, a Igreja Matriz/Catedral de Montevideo é a mais importante Igreja Católica da Cidade, localizada na Plaza de Constitución, em frente ao Cabildo de Montevideo, na Ciudad Vieja.

A Plaza de Constitución, também conhecida como Plaza Matriz, por sua vez, tem sua importância histórica por ser a mais antiga de Montevideo e foi justamente neste local em que se jurou a primeira Constituição, em 1830, da recém nascida República Oriental do Uruguai. O Cabildo de Montevideo foi a sede do governo colonial e esta praça, durante os primórdios da República, foi o centro da vida nacional. Atualmente, funciona como o centro comercial e turístico do bairro Ciudad Vieja

Plaza Constitción

Plaza Constitución

Catedral


*** Depois o city tour seguiu em direção ao Teatro Solís e Plaza Independencia:

O imponente Teatro Solís, inaugurado em 1856, que já passou por diversas reformas, é a casa de espetáculos mais antiga do Uruguai. É possível fazer uma visita guiada (que eu lamentei muito não ter conseguido fazer, por incompatibilidade de horários... fiquei com "desejo reprimido", inclusive porque li depois em alguns blogs que seu interior é magnifício). 

Lembro-me bem que havia às 11:00 e às 16:00. Mas é bom conferir os horários que mudam de um dia para o outro. Além disso, é bom saber que a visita guiada em espanhol custa a metade do preço da visita guiada em inglês ou português.

Plaza Independencia está localizada no limite entre a Ciudad Vieja e a região central de Montevideo. Em seu centro, encontra-se a estátua equestre de José Artigas, grande herói nacional durante os movimentos pela independência do Uruguai,  e, embaixo desta, um mausoléu com seus restos mortais. 

Foi originalmente projetada em 1837. Ao leste, fica a Puerta de la Ciudadela, resquícios de uma Montevideo colonial, de fortificações e de uma grande muralha que protegia o núcleo da cidade. A partir da Puerta de la Ciudadela, inicia-se a via para pedestres chamada Sarandí. Em seus arredores, também podem ser encontrados a Torre Executiva, atual sede do Poder Executivo, e o Palácio Estevez. Na esquina com a Avenida 18 de Julio, está o Palácio Salvo o qual, quando da sua construção, foi o edifício mais alto da América do Sul.

O hotel Radisson, que fica também nos arredores da Plaza Independencia, oferece uma ótima vista da Ciudad Vieja e do Porto, do seu último andar.


em frente ao Teatro Solis

Teatro Solis

Puerta de la Ciudadela (lembrança do forte e muralha que protegia a Ciudad Vieja) - Plaza Independencia

Plaza Independencia - a mais importante do país

Plaza Independencia

Palácio Estevez - Plaza Independencia





Palácio Legislativo Montevideo



*** Playa Pocitos, Punta Carretas e Ramblas de Montevideo:

Se você tiver disposição para caminhadas, vale muito a pena percorrer as "Ramblas" de Montevideo (as famosas avenidas litorâneas, com mais de 20 km de extensão, que beiram o Rio da Prata). Desde a Ciudad Vieja até Pocitos, são muitas as belas e arborizadas paisagens que surgem pelo caminho, com ótimas paradas para fotografias. 

Passará pela Playa Ramírez, Parque Rodó, Teatro de Verano, Club de Golf de Punta Carretas, várias praças, áreas de lazer, restaurantes, parques de diversão, bares, cafés, sorveterias, hotéis, yachting club... até chegar em Playa Pocitos.

Eu achei os bairros Punta Carretas e Pocitos bastante residenciais e, como já comentei, comparo-os aos bairros cariocas Ipanema e Leblon (os cariocas entenderão bem a analogia... ou seja, são bons lugares para conhecer, charmosos, chiques, mais arrumados e interessantes). Pocitos, inclusive, é a praia mais concorrida pelos uruguaios em Montevideo, que conta com 13km de praias.

Foi bem legal ver como eles curtem esses parques e praias de rio. O pessoal, de modo geral, já vai preparado, com suas cadeiras de praia e seus chimarrões ou chá mate. Algo, inclusive, muito comum de se ver por lá. Eles são viciados no tal do chimarrão, como os gaúchos.

Sendo possível, não percam o pôr do sol, seja da praia, seja de alguma dos diversos parques ou do cerro, a vista é muito bonita. 

Ver o sol "beijando" as águas do Rio da Prata é também bastante romântico e inspirador!! Afinal, não é a toa que o SOL faz parte da bandeira uruguaia!!

Playa Pocitos

Playa Pocitos

Playa Pocitos
Plaza Daniel Muñoz - Final da Rambla de Punta Carretas e início de Pocitos
Playa Ramirez

Punta Carretas
Punta Carretas
Pôr do sol em Punta Carretas
Pôr do sol em Punta Carretas
Pôr do sol em Punta Carretas
Pôr do sol em Punta Carretas
*** Edifício sede do Mercosul:

Montevideo também é a sede permanente da Secretaria Administrativa do Mercosul.


Edifício do Mercosul


Construído sobre os alicerces de uma prisão, estive muito rapidamente neste shopping.
Punta Carretas Shopping


Restaurante em que estive, em Punta Carretas. Comi uma pizza e tomei uma Patrícia. Como a cidade estava vazia, esse lugar foi bem agradável. Pela localização, bem na Rambla Mahatma Gandhi, de frente para o rio da Prata, achei muito legal para sair à noite e a vista é muito bonita.

Che Montevideo Restaurante - Punta Carretas


*** Mercado del Puerto:

É perfeitamente possível chegar ao Mercado del Puerto andando desde a Plaza Independencia. Para quem gosta de caminhadas contemplativas e culturais, essa é uma boa opção.

Todavia, quando eu estive lá, considerando que era em pleno feriado, achei meio estranho andar próximo à região do porto. Não me senti muito segura, embora também não tenha presenciado nenhum assalto ou algo do gênero. Só que vi sim muita gente esquisita, muitos mendigos e o lugar estava super vazio, meio deserto e com aspectos decadentes. Portanto, se puder ir por dentro, prefira esse caminho. Eu não voltaria andando pela área portuária.

Tudo bem que poucos lugares do mundo oferecem uma região portuária bonita, agradável e segura. Vejam o exemplo do Rio de Janeiro, cuja área portuária não é das mais recomendáveis para um passeio, a não ser que você esteja indo para alguma festa ou um Fashion Rio.

De todo modo, vale muito a pena ir ao Mercado del Puerto!! Lá dentro do Mercado e nos seus arredores, é super tranquilo. O lugar é bem bonito também. Eu adorei a arquitetura dos prédios ao redor do Mercado, até bem conservado e lembrando um pouco da Montevideo colonial.

São vários os restaurantes que funcionam dentro e fora do mercado. Uma ótima oportunidade para degustar de uma parrilhada, o típico churrasco uruguaio, que serve cortes de carnes diferentes dos nossos.

Já na recepção, foi-me oferecido o tradicional e famoso drinque MEDIO Y MEDIO, mistura de vinho branco com champagne. Com o calor dos infernos que fazia em Montevideo, foi deliciosamente refrescante provar essa bebida.

Experimente o bife de chorizo (eu adoro o ojo de chorizo). Chorizo é a linguiça e a Morcilla é o nosso choriço (aquela linguiça feita com sangue). Asado de tira é o corte de costela. Um dos mais famosos restaurantes é a Casa Roldós.

Em frente ao Mercado del Puerto é onde atraca o Buquebus, aquele barquinho que vem pelo Rio da Prata e sai de Buenos Aires, em uma travessia/passeio de aproximadamente 3 horas.

Se você não gosta de fumaça, a dica é ficar em algum restaurante ou mesa do lado de fora do Mercado del Puerto. Dentro dele, além de ter muita fumaça (é quase uma câmara defumadora), em pleno verão, com um calor absurdo, só se arranjar algum restaurante com área climatizada. Do contrário, nem os mais resistentes ao calor e à fumação darão conta.

Mercado del Puerto



Arredores do Mercado del Puerto

Arredores do Mercado del Puerto

Arredores do Mercado del Puerto

Arredores do Mercado del Puerto


Nenhum comentário:

Postar um comentário