terça-feira, 28 de novembro de 2017

Restaurante Rancho Português: conexão Portugal - Rio de Janeiro

Como já dizia Amália Rodrigues: 

"Numa casa portuguesa fica bem
Pão e vinho sobre a mesa
E se à porta humildemente bate alguém
Senta-se à mesa co'a gente
Fica bem esta franqueza, fica bem
Que o povo nunca desmente
A alegria da pobreza
Está nesta grande riqueza
De dar, e ficar contente

Quatro paredes caiadas
Um cheirinho à alecrim
Um cacho de uvas doiradas
Duas rosas num jardim
Um são josé de azulejo
Mais o sol da primavera
Uma promessa de beijos
Dois braços à minha espera
É uma casa portuguesa, com certeza!
É, com certeza, uma casa portuguesa!"

Assim foi a sensação ao entrar no Restaurante Rancho Português, com toda a sua autenticidade, um acolhedor restaurante que valoriza a gastronomia lusitana e que nos leva a uma verdadeira viagem para a Terrinha Além-Mar sem precisarmos sair do Rio de Janeiro!



Está aqui uma casa portuguesa, com certeza! Com a proposta de oferecer o melhor da cozinha de raízes lusitanas e mesa farta, combinando receitas clássicas e exclusividades criadas pela casa, recheadas de histórias passadas de geração para geração, transbordando muita tradição, o Rancho Português encanta a todos que nutrem o mesmo carinho que nós temos por Portugal!


Vocês já estão carecas de saber que eu tenho a dupla nacionalidade - Brasil / Portugal, e que meus avós paternos são da Ilha da Madeira e vieram morar no Brasil já adultos, fugidos da 2ª Guerra Mundial... se não sabem, estão sabendo agora rsrs... portanto, cresci ouvindo as histórias da minha avó, numa casa em que tudo nos remetia às tradições portuguesas, com uma parreira de uvas, muita bacalhoada aos domingos e muito vinho! 


Normalmente é assim quando pensamos em gastronomia lusitana, certo? De cara, a gente pensa no bacalhau, na sardinha, nos vinhos e doces típicos portugueses. Eu já começo a salivar só de imaginar esses pratos que tanto amo. 


Mas, a convite do restaurante Rancho Português, estivemos lá para experimentar o seu cardápio de carnes! Diferente, não é? E um alívio para quem não é fã de bacalhau poder saber que há alternativas tão saborosas quanto no menu. 


Bem, mas apesar de não falarmos aqui sobre os pratos feitos à base bacalhau, fiquem sabendo que o restaurante neste quesito ostenta nada mais nada menos do que 15 receitas que são preparadas com o pescado, cada uma com um toque mais especial... difícil mesmo será escolher só uma! 


Porém, antes de falarmos das gostosuras que provamos, vale contar um pouco sobre a história do restaurante, cuja origem é paulistana, mas já conquistou os cariocas faz tempo!



E se a intenção da casa é fazer com que nos sintamos em um pedacinho de Portugal, não faltou capricho na decoração: azulejos coloridos, louças de cerâmica portuguesas, lustres, os nomes de cada salão e ambiente, os nomes dos pratos, tudo pensado nos mínimos detalhes para nos levar a uma viagem para a Península Ibérica!


Grandes janelas no ambiente principal do primeiro andar conferem vista para o movimento da rua. Reparem nos azulejos pintados, as fotos de Lisboa e as cortinas de renda branca. Tudo isso disposto de forma muito elegante e sofisticada, com mesas de diversos formatos que podem receber desde casais a grupos de amigos e familiares, sendo perfeito para pequenas reuniões e confraternizações. 




Charmosíssimo também é o bar ao fundo, com o seu colorido das garrafas mescladas a taças e um belo pernil cru (pernil) adornando o espaço. 



Também não pode passar despercebido aos vossos olhos o piso da casa, especialmente próximo ao bar! Coisa mais linda!



O seu segundo andar, mais reservado, é perfeito para receber comemorações, com uma decoração riquíssima e muito delicada.


Bem, nossa noite não poderia ter começado de melhor forma: um belo brinde com vinho tinto que viria a harmonizar com o prato principal, as carnes, mas com entradas que já nos permitiram viajar para a terrinha e matar a saudade da boa culinária portuguesa.



Primeiramente, devo destacar os pães fresquinhos, quentinhos e caseiros que são servidos, como manda o figurino... lembram da música da Amália Rodrigues lá em cima? Logo, não pode faltar pão na mesa jamais! Acompanhados de azeitonas, queijo fresco, manteiga e patê.


O bolinho de bacalhau foi o primeiro a ser servido e estava impecável! Sequinho, crocante e com bacalhau mesmo... não era "batatalhau", viram?


Em seguida, experimentamos o risole recheado de camarão e o pastel de bacalhau. Ambos deliciosos!



Outra entrada que degustamos foi um enroladinho de bacon que não me lembro mais o nome dele... perdoem-me, mas eu, à essa altura, já estava animada com o delicioso Vinho Alentejano de uva Syrah e também com cocktail feito com Gim, especialmente preparado para o Circuito Carioca de Gim estava acontecendo naquele período. Além de refrescante, gostoso, o drink ainda era lindo e fotogênico! 




Encerrando as entradas, foi-nos servido o Gaspacho Alentejano, que é uma espécie de caldo frio diferente. Eu confesso que esperava que fosse quentinho rsrs... não foi dos meus favoritos, mas valeu ter provado algo novo.


Agora sim, as estrelas da noite! Afinal, estávamos lá justamente para podermos experimentar essas iguarias que a maioria das pessoas não espera encontrar em um restaurante português: bifes com molhos variados!


Um novo cardápio de bifes inspirado no Café de São Bento, um dos mais tradicionais restaurantes de Lisboa, trouxe quatro variações de mignon:

- Bife de Lisboa: R$ 77,00, grelhado e servido com molho de carne, creme de leite, gotas de moscatel, cebola e ovo frito de gema mole, servido com batas fritas palito


- Bife à Café: R$ 71,00, grelhado e servido com caldo de carne, café, toque de catchup, mostarda, acompanhado de arroz branco com fritas

- Bife Moscatel: R$ 73,00, selado na frigideira moscatel e servido com molho de carne, acompanhado de batatas rústicas


- Bife à Portuguesa: R$ 75,00, flambado no conhaque, servido com caldo de carne e coberto com presunto ibérico e batatas Portuguesas

O meu escolhido - e não foi fácil escolher porque todos pareciam apetitosos (menos o bife à café, pois eu não sou fã de acrescentar o sabor do café aos ingredientes dos pratos, o que é algo totalmente pessoal) - foi o Bife à Portuguesa, que foi absolutamente certeiro para o meu paladar e arrebatou meu coração!



Carne suculenta, macia, flambada no conhaque e coberta com presunto ibérico, tudo em perfeita harmonia de sabor e servida em porção bem generosa. O que falar então das batatas portuguesas acompanham o prato? ❤❤❤❤ ... pronto! Muitos corações para as batatas porque elas merecem! Sequinhas, crocantes e salgadas na medida.

Bem, eles informaram que essa seleção divina de bifes seria por tempo limitado. Eu espero sinceramente que eles voltem atrás e mantenham como fixo! 




Mas, se você, ao ler esse post, for lá e não encontrar mais os bifes, fique sabendo que os pratos tradicionais de bacalhau são muito famosos, com destaque para o bacalhau ao forno no azeite, bacalhau à espanhola, bacalhau à brás, assim como o polvo à lagareiro, o peixe do dia, a sardinha à portuguesa, o arroz de polvo, a alheira tradicional, o camarão da rainha e as lulas à moda. Mas se você quiser somente petiscar com um bom vinho, além das entradas que eu descrevi acima, a casa serve lula à dorê, mini iscas de bacalhau, caldo verde, salada portuguesa e presunto ibérico, dentre outras.

Eu já experimentei a Lula à Moda da Mal Criada em outra ocasião e simplesmente amei!


Por fim, e para mim é sempre a principal estrela do cardápio, vale a pena ir ao Rancho Português e fazer o "sacrifício" de aguentar firme até o final para saborear algumas das melhores sobremesas portuguesas que você comerá na sua vida! 

Só a apresentação das sobremesas já é um deleite para qualquer fã! Ovos, muitos ovos, nozes e amêndoas marcam presença na doçaria portuguesa, que é um verdadeiro patrimônio cultural da terrinha... e uma verdadeira perdição! O garçom traz à mesa todas as sobremesas da casa para apresentá-las, explicando uma a uma para que possamos escolher de qual gostamos mais.


A variedade de sobremesas portuguesas impressiona e até dificulta a gente na escolha porque eu, pobre mortal, queria provar um pouco de cada... e aí, como faz??

Do tradicional Pastel de Natas, até o exótico Pudim do Abade de Priscos, o Rancho Português apresenta doces como a Encharcada, o Toucinho do Céu, a Baba de Camelo, o Arroz Doce e a bastante conhecida dentre cariocas, Rabanada! 




Aliás, o Natal está chegando e com ele veremos mais Rabanadas por aí... o que eu acho uma crueldade esperar um ano inteiro para comer rabanadas! Nada a ver... portanto, vão lá no Rancho Português e provem as rabanadas deles com Vinho do Porto!

Além de provar um cadinho de algumas das sobremesas escolhidas pelos colegas presentes, eu optei pelo Toucinho do Céu, para matar meu desejo de gemas de ovos, amêndoas e canela! Para quem não conhece, é tipo um bolo à base de ovos e açúcar, como se fosse um pudim.



Assim foi a nossa experiência completa no Restaurante Rancho Português! Nem preciso dizer que amei, né? Já quero voltar com o Julio e meus pais!

Estiveram lá conosco Cris e Igor (blog e instagram Cris pelo Mundo), Bia Medina (instagram 4 Amigas e Um Insta Viajante), Carlos e Dani (blog e instagram Fantrip), Manoela (blog Falando de Viagem) e as assessoras Debora e Mari da Documennta.



** FICHA TÉCNICA DO RANCHO PORTUGUÊS **

- Endereço: Rua Maria Quitéria, 136, Ipanema.


- Telefone:

☎ (21) 2287-0335
☎ (21) 2267-0415
☎ (21) 2522-1159

- Horário de Funcionamento:

. Segunda à Quinta - das 12h às 0h
. Sextas e Sábados - das 12h à 1h
. Domingos - das 12h às 22h



- TripAdvisor: encontra-se em 31º lugar no ranking que lista cerca de 13.000 restaurantes no Rio de Janeiro (na data de publicação da matéria), com base em 469 avaliações que lhe conferiram nota 9 e Certificado de Excelência. Clique aqui para conferir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário