sexta-feira, 26 de maio de 2017

Foz do Iguaçu: Roteiro de 3 dias com a CCH Tour

Por Rô Rocco

Quando planejamos a viagem para Foz do Iguaçu, ficamos nos questionando se era melhor alugar um carro ou utilizar o serviço de transfer com alguma agência receptiva local. Nossa escolha em usar o transfer não poderia ter sido mais acertada.



Chegamos em Foz e na área do desembarque, no horário combinado, o motorista João da agência de turismo CCH Tour já estava lá nos esperando para nos buscar. O nosso hotel escolhido foi o SANJUAN ECO RESORT. A distância do aeroporto para lá dava 5 minutos. Muito perto.


CLIQUE AQUI E VEJA MAIS DICAS DE FOZ DO IGUAÇU NO MINI GUIA DE FOZ





Como eu já relatei aqui no blog (clique aqui e veja), nossa filhinha de 1 ano chegou doente em Foz, então tivemos que ficar no hotel para ela se recuperar. A sorte é que nesses dias iniciais estava chovendo e frio, então tudo bem ficarmos no hotel.

Na tarde de quinta-feira (depois da Clarinha ter dado uma leve melhorada) visitamos uma NOVA ATRAÇÃO que é o complexo de atrações DREAMLAND, que ficava em frente ao nosso hotel. Lá visitamos o Museu de cera e depois conhecemos as Maravilhas do Mundo, instalado no mezanino do prédio do Museu de Cera. Lembrando que lá também está localizado o Parque dos Dinossauros.




Achei a estrutura boa para crianças já que eles disponibilizam carrinhos de bebê na porta de entrada e você pode utilizá-lo durante todo o passeio. O museu, em si, achei interessante, porém em determinadas réplicas eu achei que não ficou tão parecido assim com o astro. Tem uma área que apresenta desenhos que amamos como o Bob Esponja, Meu Malvado favorito e até os Simpsons! Achei bem legal essa área.




Já no espaço Maravilhas do Mundo, eles apresentam miniaturas de maravilhas como o Cristo Redentor (Brasil), a Estátua da Liberdade (EUA), o Palácio Taj Mahal (Índia), o Exército de Terracota (China), a Esfinge de Gizé (Egito), a Pirâmide de Chichén Itzá (México) e a Torre Eiffel (França)




Na sexta feira, a Clarinha estava bem melhor e com sinais de recuperação. Logo, lá fomos nós passear. O local escolhido foi o Parque das Aves. Clarinha ficou encantada com o passeio. Tirei um monte de fotos lindas com ela



A CCH Tour tem saídas diárias com horários específicos para diversos pontos turísticos de Foz, porém, como a Clarinha estava se recuperando, eu não tinha como ter certeza do horário exato que estaríamos prontos para sair. Sabendo da minha situação, eles me pediam para avisá-los com 30 min de antecedência ao horário aproximado que nós estaríamos prontos, e eles nos levavaram para os passeios em um carro privativo. Achei de uma sensibilidade incrível da parte deles.

Como tivemos que adaptar o nosso roteiro para apenas 3 dias em Foz, fizemos algumas escolhas de passeios que fossem mais tranquilos e que a nossa pequena pudesse aproveitar. Ficou assim:



Dia 1 Parque das Aves + Duty Free Argentina + City tour + Jantar no Restaurante La Rueda em Puerto Iguaçu.

A criança melhorou e aí foi aquele Deus nos acuda para aproveitarmos tudo o que dava, então nossa escolha para começar as atividades em Foz foi o Parque das Aves. O lugar é incrível, bem estruturado, sinalizado, as aves são bem tratadas e a Clarinha ficou simplesmente encantada. 


Algumas dicas interessantes para quem vai visitar o parque com crianças:


- Levem capa de chuva e/ou guarda-chuva pois o tempo muda bruscamente em Foz nesta época do ano que fomos (abril de 2017)


Usem tênis com solado antiderrapante, pois em caso de chuva, o chão fica realmente escorregadio. Eu quase tomei 2 tombos.

- Se estiver com crianças pequenas, faça o parque com muita calma, para elas aproveitarem bem cada cantinho.

Não esquecer de levar também a capa de chuva do carrinho do bebê.


Saí de lá encantada e muito feliz por ter visto a interação da Clarinha com as plantinhas e os animais.

Por volta das 18:30h, pegamos a van com o nosso motorista Pedro da CCH TOUR e com os demais passageiros e seguimos para o Duty Free Argentina. Infelizmente, lá dentro não é possível tirar fotos, porém do lado de fora pudemos curtir um lindo pôr do sol e admirarmos a estrutura externa que tem um paisagismo lindo.




Dentro do Duty free achei os preços pouco atrativos, porém a decoração temática do ambiente já vale a visita. Em cada área do Duty Free, ele te remete a uma cidade do mundo. Parece uma viagem a pé a essas cidades tamanho o capricho em cada ambiente. Londres, Paris, Genebra, dentre outras cidades clássicas do mundo possuem réplicas dos seus clássicos cartões postais.

Seguimos o passeio para Puerto Iguazu. Achei a cidade bem arrumadinha, porém nada deslumbrante. Parte dos passageiros desceram para visitar o Mercado local da cidade, e nós seguimos direto para o restaurante LA RUEDA! 

Uma graça de restaurante, clima intimista, ótimo para casais, para tomar um bom vinho e ficar por horas conversando. Achei a comida excelente. Lá é o local perfeito para comer um autêntico bife de chorizo argentino. De entrada, peça a clássica empanada e de sobremesa, um crepe de Dulce de leche. Sua noite certamente será inesquecível. Como estávamos com Clarinha, a coisa muda um pouco de figura rsrsrs.



Novidade: O ICE BAR em Puerto Iguazu - É um bar de gelo onde servem vários drinks, tocam músicas bem animadas e tudo isso a uma temperatura média de 7 graus! Devido à baixa temperatura, os visitantes só podem permanecer lá dentro por 30 min. O ingresso custa 300 pesos argentinos. Alguns passageiros que estavam conosco na van foram lá e adoraram, porém, reclamaram que o tempo passou muito rápido. Rsrsrs.

Dia 2 Cataratas do Iguaçu + Parque dos Dinossauros + Marco das Três fronteiras

Começamos o dia por volta das 11:00h e mais uma vez a CCH TOUR foi maravilhosa e nos levou em carro privativo para o Parque Nacional das Cataratas. Respeitamos o cansaço da Clarinha do dia anterior, por isso começamos o dia mais tarde. 


O parque é lindo demais, achei a estrutura fantástica, muito organizado, bem sinalizado, os restaurantes oferecem uma comida boa com valor justo ... enfim.. Nota 10 para o parque, porém com criança pequena achei que não valeu muito a pena pelo simples fato de que Clarinha queria explorar o parque todo, mexendo em vários lugares que não podia e ainda correndo o risco de ser mordida por um Quati. Ficava tensa toda hora que via o bicho se aproximando.



{Obs da Lily: e, de fato, a Rô está certíssima em ficar preocupada porque estamos falando de animais selvagens que sabem muito bem que nós adultos carregamos comida e às vezes avançam na gente com um pouco de agressividade para pegar a comida. Quando eu fui, havia várias placas chamando atenção para não ficar perto dos quatis no Parque do lado Argentino e senti falta naquela época de ver os mesmos avisos do lado brasileiro.}

Agora, para mim enquanto adulta, valeu muito a pena! A energia que a natureza emite é fantástica. Experimente parar em uma das passarelas de frente para as Cataratas, feche os olhos, escute o barulho das cataratas sentindo o vapor d’água no seu rosto... será uma sensação única e vai parecer que você recebe uma força sem igual.




De tarde fomos ao Parque dos Dinossauros. Aí sim achei que para a Clarinha valeu a pena. Ela ficava olhando os bichos, apontando para eles e o paisagismo do Parque também é feito com muito capricho. É uma boa opção de passeios com crianças pequenas.


À noite, fomos conhecer o Marco das Três fronteiras



O local foi totalmente reformulado e foi reinaugurado na 2ª quinzena de dezembro. Na porta de entrada, parece que você já entra no túnel do tempo e volta para o Sec. XVI. Eles fizeram uma vila cenográfica que homenageia a história das missões Jesuítas. 





Assim que chegamos, estava acontecendo um show de danças típicas que parecia ter saído dos filmes que retratam qualquer coisa sobre a realeza. Assistimos também so show das águas dançantes com luzes e projeções que fica em frente à Praça das Três Fronteiras, bem perto também do Obelisco.



Quando eu fui em 2009, nesse espaço tudo o que existia era o Obelisco simples e solitário. Agora ver no que de fato se transformou o Marco das Três Fronteiras foi espetacular. O Obelisco é o marco histórico de Foz e foi construído em 1903.




Jantamos no restaurante Cabeza de Vaca (nome dado em homenagem ao desbravador Espanhol) que possui uma vista linda para o Rio Paraná. Confesso que fiquei um pouco decepcionada com o restaurante, por ser o único restaurante que deveria ter um cardápio mais variado.

Achei que valeu muito a pena a visita ao Marco. O ingresso individual custa R$19,30 e aceitam meia entrada para estudantes e maiores de 60 anos.

Dia 3 Parque Nacional Iguazú + Retorno para casa



Last day em Foz e mais um dia lindo de sol. Como sempre, a CCH Tours dando show de empatia conosco, levou-nos num bom horário que permitiu que a gente descansasse, por volta das 11:00h). O motorista Pedro conduziu a gente em sua van da empresa para o Parque Nacional Iguazú que é o lado argentino, onde pudemos apreciar a vista das cataratas da Garganta del Diablo.



Para chegarmos lá, pegamos um trenzinho na estação central no começo do parque e chegamos na estação mais próxima da Garganta del diablo. 


Da estação até efetivamente o local da vista são 1,1km. Pensa em fazer essa caminhada carregando uma criança no canguru e o outro carregando uma mochila tão pesada quanto a criança? Affff! Pelo menos a caminhada valeu muitíssimo a pena! Que vista espetacular. 


A Lily quando montou o miniguia de Foz disse que todo mundo que fosse visitar a cidade deveria conhecer os dois lados para tirar suas conclusões de qual a vista mais linda. Aliás, já leram o roteiro dela? Cliqueaqui.



Eu segui à risca a orientação dela e não me arrependi. A conclusão que eu chego é que são visuais diferentes, porém com o mesmo deslumbre.







Achei a estrutura do parque argentino um pouco menos organizado que a estrutura do parque brasileiro, mas nada que tirasse seu brilho. 



Ao final do passeio, ainda vim saboreando as empanadas argentinas e depois ainda comemos um sorvete de Dulce de leche do Freddo! Mais uma dica incrível da minha querida editora! Rsrsrs.



Como o nosso vôo era só 19:30h, pedimos um late check out no hotel e pudemos voltar com calma depois do passeio, tomar banho, Clarinha dormiu, fechamos as malas e enfim voltamos para a casa.

Atrações que ficaram de fora: ITAIPU Binacional e o Passeio a Ciudad del Este no Paraguai.

Minhas considerações sobre o destino sobe a perspectiva de uma mãe:

Achei que o destino é muito baby friendly, tem boas estruturas nos lugares, boas opções de passeios na cidade, porém os dois Parques Nacionais em si não são muito interessante para crianças de 1 ano. Elas querem explorar tudo, saírem correndo e os espaços são delimitados por grades apenas. Pensa no pavor/pânico de deixar a criança solta e ela ultrapassar a grade?

O saldo geral da viagem foi muito positivo mesmo com a doença da Clarinha. Vivemos momentos inesquecíveis lá. Certamente eu voltaria a Foz, porém com a Clarinha um pouco mais crescida.

** Ficha Técnica **

Hotel:  SAN JUAN ECO RESORT
Site: SAN JUAN ECO RESORT - FOZ DO IGUAÇU
Endereço: Remanso Grande - Km 6, Av. das Cataratas, Foz do Iguaçu - PR, 85863-000
Reservas: Se forem feitas diretamente pelo site deles, eles oferecem 10% de desconto.


CCH TOUR: Operadora de Receptivo
Perfil no Facebook: CCH TOUR
Instagram: @cchtour
Endereço: Av. das Cataratas, 8173 - Vila Yolanda, Foz do Iguaçu - PR, 85853-000

A CCH TOUR possui um escritório dentro do Hotel SAN JUAN ECO RESORT. Além da facilidade de ter tudo à disposição dos hóspedes, você pode: comprar todos os ingressos para as principais atrações da cidade, pode agendar seu tour, pode pedir dicas e informações sobre outros passeios, orientações sobre compras no Paraguai e ainda fazem a troca de moedas, pois eles muitas vezes ajudam nessa questão do câmbio. Quer saber mais? Se porventura você trocar seus reais por pesos argentinos e não utilizar, eles fazem a troca inversa do que sobrou pela MESMA cotação da compra, tudo para facilitar a sua estadia!


Fica aqui o meu agradecimento a toda equipe da agência pela acolhida, compreensão e simpatia com que trataram a mim e a minha família e fica aqui a dica para você leitor que pretende conhecer Foz!





3 comentários:

  1. Rô, muito legal sua nova experiência aqui em Foz. Isso mostra que a cada viagem pra cá é uma nova descoberta, não é mesmo? Fica a dica para voltarem mais vezes com a pequena boazinha para aproveitarem melhor a estadia e as maravilhas que Foz tem pra oferecer. Conte com a gente sempre!! Foi um prazer fazer parte dessa memória com vocês. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kellen! Obrigada pela parceria e carinho com a Rô, Clarinha e Carlos!

      Agora eu - Lily - preciso voltar também, não é?

      Beijo grande!
      Lily

      Excluir
  2. Ótimo roteiro, Foz do Iguaçu conta com pontos turísticos incríveis e atrações para toda a família. Aqui nesse blog http://www.localplanet.com.br/pontos-turisticos-foz-do-iguacu/ encontrei muitas referências de passeios e de pontos turísticos em Foz! :]

    ResponderExcluir