segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O que dizer sobre tragédias como a de Santa Maria?

Hoje ficou difícil escrever sobre carnaval, blocos, festas e folia.

O que dizer sobre a tragédia ocorrida em Santa Maria? Achar os culpados vai trazer aqueles jovens de volta? Responsabilizar os donos da boate ou o Governo, pela falta de fiscalização (disseram-me que a boate funcionava sem alvará desde meados de agosto de 2012) vai resolver alguma coisa? Imagino a sede de justiça de muitos. É claro que todos esperam que a justiça, pelas leis humanas, acabe sendo feita. Mas, ainda assim, é isso que vai confortar o coração de todos que estão agora sofrendo diante da tragédia ocorrida?

Claro que não! 

A vida daqueles jovens foi interrompida de forma brutal e triste. Não consigo imaginar a dor dos seus familiares. Leio nos sites, vejo os telejornais, vejo fotos, relatos pelo facebook, vídeos... e a sensação de  imensa fragilidade que nossas vidas possui foi a que mais tomou conta de mim. Sim, a vida humana é frágil demais.

Independentemente da minha religião ou do que acredito (até porque acredito que, por mais difícil que seja para entender, e talvez levemos mais de uma vida para entender muita coisa mesmo, todos nós temos uma missão a cumprir e os desígnios divinos são os mais misteriosos... só nos resta confiar, dar o nosso melhor, buscar crescer e evoluir e, no final, colocar nas mãos de Deus e seguir adiante... ), mas, como estava dizendo, não importa a religião da pessoa para se sensibilizar com o ocorrido. Tragédias são tristes e assustam e causam dor, sofrimento e algumas revoltas também... e pronto! 

Então, o que dizer sobre tragédias como a de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, um dos piores acidentes em boates, em número de vítimas, já ocorrido no mundo inteiro? Dizer o que?????

Aliás, dá para dizer alguma coisa? Não... não é o momento para dizer, mas sim de orar. Orar pelos que ficam, pelos parentes dos que partiram, para que encontrem conforto, consolo e, principalmente, paz. Orar pelos que foram, tão jovens, para que descansem em paz. 

Minhas orações estão voltadas para lá. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário