quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Quebec City: Hospedagem


Ahhhhh... Quebec!!!! Uma verdadeira "Cidade de Casinhas de Boneca" !!!

Clima de cidade medieval, com total cara de cidade europeia... nem parecia mais que estava no Canadá, mas sim em alguma cidade perdida na França... Oui Oui!!! Se você gosta de falar francês, esse é um dos mais charmosos destinos para praticar o idioma!!

Cidade agradável no verão, com clima ameno, requerendo casacos leves pela manhã e um mais quentinho à noite... temperaturas não muito superiores aos 27ºC... e CHEIA!!

Pois é, depois de ter passado 5 dias em Montreal, eu segui para Quebec City, para lá ficar 4 dias, e me deparei com um super Festival de Música que estava rolando por lá!!! Sensacional!!! Com direito a ouvir o show do Bon Jovi pelas ruas da Velha Quebec (o show estava lotado, até os arredores... só mesmo pelas ruas para ouvir um pouco do show).

Depois de "juntar os pauzinhos", entendi por que estava tão difícil reservar um hotel antes de ir. Tudo bem que, da mesma forma que fiz com as demais cidades, como a viagem foi decidida faltando 3 semanas para embarque, eu comecei a ver os hotéis disponíveis com uma antecedência curta.

Nem preciso dizer que, em se tratando de verão, alta temporada e com Festival de Música, a cidade estava fervendo e achar um hotel bom, bem localizado e barato foi MISSÃO IMPOSSÍVEL!!! Não teve jeito mesmo...

Bem... e já que era assim, depois de muuuuuuito pesquisar e ciente que o tempo era exíguo para decidir e reservar, optei pelo Hotel Clarendon, localizado no Centro Histórico da Cidade Velha, na parte alta, dentro das muralhas.

Para vocês entenderem melhor, Quebec City, que é umas das cidades mais velhas das Américas, fundada em 1608 pelos franceses, e banhada pelo Rio São Lourenço, está dividida entre a parte Velha (Vieux Quebec), dentro da muralha, e a parte nova, fora da muralha.

Aliás, por falar em muralha, a cidade é a única a preservar suas muralhas acima do México, e foi declarada, na década de 80, como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

E a Velha Quebec (Vieux Québec) está dividida em parte alta e baixa.

O hotel em que eu fiquei, Hotel Clarendon, encontrava-se na Velha Quebec em sua parte alta, na Rue Sainte-Anne, bem ao lado do famoso Edifício Price (que estava passando por reformas, diga-se de passagem... como já disse em post anterior, por ser verão, eles aproveitam para adiantar a maior parte das obras, restaurações e manutenções externas ... )

Então... o que dizer sobre o hotel??

1) LOCALIZAÇÃO! LOCALIZAÇÃO!! PERFEITA!! Sem tirar nem acrescentar... a localização é o ponto alto do hotel!! Maravilhosa!! Você pode esquecer do carro e fazer tudo - TUDO - de mais importante e turístico a pé!!

2) A pé eu explorei toda a Velha Quebec e também explorei bastante as atrações fora da muralha.

** Na Velha Quebec (dentro da muralha): 

- Parte Alta, A POUCOS PASSOS DO HOTEL:
. Edifício Price (único "arranha-céu" da Velha Quebec)
. Prefeitura/Hotel de Ville e Catedral de Notre-Dame
. Praça de Armas
. Catedral da Santíssima Trindade (Holy Trinity)
. Terrasse Dufferin
. Château Frontenac
. Funicular - lindando a Cidade Velha Alta com a Baixa

. Capela e Museu das Ursulinas
. Rue Saint-Jean e St-Louis (repleta de bares, restaurantes, sorveterias)
. Aux Anciens Canadiens (restaurante mais antigo de Quebec, na Rue Saint Louis)
. La Citadelle
. Parc de la Esplanade
. Parc de L'Artillerie
. Promenade des Gouverneurs
. Bairro Latino - Quartier Latin - nos arredores do Seminário de Quebec (Edifício Camille-Roy)
. Museu do Fort
. Jardins do Governador
. Park Montmorency


- Parte Baixa, PERTO DO HOTEL, COM PEQUENAS E AGRADÁVEIS CAMINHADAS:
Place Royale
. Petit Champlain (linda! cheia de lojas, restaurantes, bares)
. Igreja Notre Dame des Victories
. Museu da Civilização

- Ainda na Velha Quebec, CAMINHADAS UM POUCO MAIS LONGAS, PORÉM ESPETACULARES PELAS PAISAGENS: 
. Mercado do Porto
. o Velho Porto
. Gare du Palais
. Palácio de Justiça
. Rue Saint Paul

** Fora das Muralhas da Velha Quebec, COM CAMINHADAS MAIS LONGAS:
. as Planícies de Abraham
. Parc Champs de Bataille
. as Fortificações
. Parlamento de Québec
. Museu de Belas Artes
. Grande-Allée 
. Observatório - Edifício Marie Guyart
. Parque da Francofonia - onde havia um dos palcos do Festival de Música


** Apenas com carro ou excursão: 
. Canyon Ste-Anne e sua ponte suspensa com 60 metros de altura acima do Canyon, 43Km de Quebec City,
. basílica de Ste. Anne-de-Beaupre (perto de Quebec City), 
. MontMorency Falls (com 30 metros de altura, é mais alta que a Niagara Falls), 15km deQuebec City,


3) Quanto ao preço... já disse, né? A cidade estava cheia e foi o menos pior custo-benefício. Na verdade, estava tudo muito caro. E sempre tem que ter em mente os impostos que serão pagos, ao final da estada, em separado.

4) Como localização para mim é um dos principais fatores, confesso que estava tão encantada com a cidade, - QUE É LINDA!! -,  que não me ative a muitos detalhes do hotel. Posso dizer que ele atendeu muito bem aos meus objetivos: hotel com arquitetura mais antiga, com fachadas em estilo Art Deco, é o hotel mais velho a sobreviver na Velha Quebec, totalmente finalizado em 1927, conversa bastante no seu interior o estilo da Belle Époque, o que torna ainda mais interessante. Ou seja, a imersão na cultura quebequense é bem completa!! 

5) Preço das diárias bem salgado. Mas, era o que tinha e, ainda assim, um dos mais "baratos", perto dos demais. O problema era o estacionamento: não tem!!! 

Ao fazer a reserva, o site booking.com não esclarece isso. Mas, ao ler os comentários dos hóspedes, já sabia o que iria encontrar: Valet Park!! Eles cobram uma fortuna (acrescente sempre os impostos) pelo serviço do Valet Park e a gente nem fica sabendo direito onde foi estacionado o carro (provavelmente em algum estacionamento público). 

Nesse caso, a dica é a seguinte: ESTACIONE O SEU CARRO NO ESTACIONAMENTO PÚBLICO LOCALIZADO NA PRAÇA DA PREFEITURA, A UMA QUADRA (PARA BAIXO) DO HOTEL!!! O valor da diária varia de acordo com a quantidade de dias - quanto mais dias, menor fica a diária. Em torno de 12/13 dólares canadenses (CAD). Menos da metade do que o hotel vai te cobrar!! 

7) Quartos confortáveis, mas não eram super espaçosos. Fiquei em um quarto duplo com 16m². Havia cafeteira e chaleira. Comodidades que também havia encontrado no hotel de Montreal. O banheiro também era razoável, sem grandes problemas.

8) Lembre-se sempre de deixar aquele aviso de que há hóspede no quarto do lado de fora da porta!! Levei um baita susto quando, em uma bela manhã, às 08:00, uma camareira abriu a porta do quarto para fazer o serviço de quarto... falando em francês!!! Nossa!! Até entender o que estava acontecendo e, por sorte, eu sempre tranco a porta por dentro (aquelas traves antigas que permitem que a porta seja aperta, porém, ficando apenas com uma pequena abertura pois a trave impede que ela seja totalmente aberta!!). Achei super desagradável, levei um susto e realmente foi algo muito desnecessário!! Afinal, às 08:00??? Enfim... A LOCALIZAÇÃO ACABAVA SEMPRE COMPENSANDO TUDO!!

9) Café da manhã era pago a parte... MUITO CARO!! Não comi lá um dia sequer!! 

Bem pertinho do hotel, super ao lado da Capela das Ursulinas, havia uma espécie de Delicatessen que atendeu muito bem, com queijos, sanduíches e bebidas. Além de comer por lá alguns dias, também há um Starbucks dentro do Chateau Frontenac, a poucos passos do hotel. Outra ótima pedida!! Sugestão: compre o que for, seja onde for, e vá ao Terrasse Dufferin, sentar-se em seus inúmeros banquinhos, e fazer seu lanche/café da manhã observando o movimento da Baixa Cidade Velha e do Rio São Lourenço... MUITO MAIS ROMÂNTICO!!! 

10) Por fim, o atendimento foi ótimo no hotel (salvo o incidente da camareira... ). Com balcão de informações turísticas, não tive nenhum outro problema. Havia um bar de Jazz e Blues com programação (a música que tocava na recepção do hotel e do lado de fora era sempre maravilhosa!!). E uma linda área na recepção, com sala de estar e computador disponibilizado aos hóspedes com acesso à internet. 

O hotel também contava com wi-fi/wireless gratuito para os hóspedes. Como eu me despluguei do mundo e não acessei a internet, não posso falar muito sobre o sinal e sua qualidade.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE!!! Eu reservei pelo Booking.com um quarto duplo de categoria econômica e, no momento do check in, eles me deram um upgrade para um quarto duplo melhor sem custo adicional. Ponto para o hotel!!

Recomendo o hotel, mas com essas ressalvas. Acho que, se houver mais tempo para pesquisar, ali na Velha Quebec há várias opções de hospedagens e alguns Albergues super chiques e charmosos que me pareceram ótimos lugares.

- No site Trip Advisor, o Hotel Clarendon está com nota 4 (de 5) a partir de 469 avaliações) e em 46º de 93 hotéis listados no site. 

- No site Booking.com, por onde fiz a reserva, o Hotel Clarendon está com nota 8.2 a partir de 399 avaliações. 

-> QUEBEC CITY: 4 noites - de 08 a 12 de julho de 2012

Hotel Clarendon - Endereço: 57 Rue Sainte-Anne, La Cité – Limoilou, Québec City (Québec), G1R 3X4

Preço Total das 4 diárias, sem impostos: 580.80CAD
Impostos não incluídos: 14,97% + 3,00%
Estacionamento não incluído: 25CAD por dia
Café da Manhã NÃO incluído


*** Mas se você estiver procurando um lugar mega romântico, talvez até mesmo para uma Lua de Mel... que tal se hospedar EM UM VERDADEIRO CASTELO??? Considerem o Fairmont Le Chateau Frontenac!!! O lugar é lindo!! De frente para o Terrasse Dufferin, no coração da Velha Quebec... quer mais?? Perfeito!! 

Eu nunca me cansava de fotografar o Chateau, de todos os ângulos possíveis que eu ia descobrindo... VERDADEIRO CARTÃO POSTAL DE QUEBEC!! Ah, claro que é mais caro, né?? Mas é lindo... 

- No site Trip Advisor, o Chateau Frontenac está com nota 4,5 (de 5) e ocupa 16º lugar de 93 hotéis listados no site, a partir de 1129 avaliações.

- No site Booking.com, o Chateau Frontenac está com nota 8,8 a partir de 266 avaliações. 


*** Recebi a dica de uma amiga que se hospedou no Chateau Laurier, que fica perto do Pórtico de entrada da Muralha da Cidade Velha, de frente para a Grande Allée (que é continuação da Rue Saint Louis). Ela gostou muito de lá e o hotel está bem conceituado e avaliado também.

- No site Trip Advisor, o Chateau Laurier ocupa o 47º lugar de 93 hotéis listados no site, com nota 4 a partir de 349 avaliações.

- No site Booking.com, o Chateau Laurier está com nota 8,4 a partir de 644 avaliações.


fachada do Hotel Clarendon


quarto duplo do Hotel Clarendon

banheiro do Hotel Clarendon


Rua em frente ao hotel onde, do lado esquerdo, está o estacionamento público

Hotel Clarendon

Hotel Clarendon

Recepção do Hotel Clarendon

Salão/Bar com shows de Jazz e Blues

Recepção do Hotel Clarendon

Bar do hotel Clarendon

Sala de Estar do Hotel Clarendon, onde havia um computador com internet para os hóspedes

sala de estar do Hotel Clarendon

sala de estar do Hotel Clarendon

Recepção do Hotel Clarendon

Bar do Hotel Clarendon
delicatessen perto do Hotel Clarendon


Chateau Frontenac

Entrada do  Chateau Frontenac


Recepção do  Chateau Frontenac

Recepção do  Chateau Frontenac

Recepção do  Chateau Frontenac

Recepção do  Chateau Frontenac

Diversos corredores no Chateau Frontenac

Bar do Chateau Frontenac

Vista do Bar do Chateau Frontenac

corredores com lojas dentro do Chateau Frontenac

Chateau Frontenac

vista, de longe, do Chateau Laurier

Fachada Lateral do Chateau Laurier, de frente para a Grande Allée

Chateau Laurier

Nenhum comentário:

Postar um comentário