segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

BONITO!! Quinto Dia (PARTE 2)...

Quinto Dia/Segunda Parte: Gruta de São Miguel + Flutuação no Rio Sucuri

Continuando o passeio, saímos da Gruta do Lago Azul (totalmente embasbacados com tanta beleza) e fomos até a Gruta de São Miguel, que fica bem próxima a do Lago Azul, distantes uma da outra mais ou menos uns 8Km.



Eu gostei de visitar a Gruta de São Miguel. Mas é bem verdade que depois de visitar a Gruta do Lago Azul, a Gruta de São Miguel ficou bem mais simples. O passeio custa R$30,00 por pessoa.
Fomos recebidos no receptivo e logo encaminhados para uma sala onde assistimos a um vídeo informativo sobre a formação geológica da gruta, sua descoberta, sua exploração turística e como seria feito o nosso passeio.
O passeio começa com uma trilha suspensa onde se pode apreciar um pouco da vegetação de serrado ao redor.





A Gruta de São Miguel também fica na Serra da Bodoquena. A visitação é feita somente na galeria principal, passando por um pedaço bem pequeno dela. Lá dentro vimos algumas formações rochosas bem interessantes, mais estalactites e estalagmites. Parecia uma caverna do Batman! rsrs...

Ah, e parar tornar o passeio mais emocionante, havia sim morcegos que habitam a caverna e até mesmo um lobinho. O guia explicou que muitos lobos fazem da gruta um abrigo para dormir.




Morceguinhos no teto da gruta


Não há muita ventilação na gruta, mas, ainda assim, é bem fresco lá dentro.
Achei válido o passeio e recomendo para quem tem interesse em geografia/geologia/arqueologia.
Após o passeio, fizemos um pit stop rapidinho para um lanche no centro de Bonito e seguimos para a segunda flutuação da viagem: RIO SUCURI.

A flutuação no Rio Sucuri é realizada em uma fazenda que fica a 19km do centro de Bonito. Custou R$100,00 por pessoa, sem almoço.
O receptivo é muito bom, com vestiários, banheiros, piscina muito bonita, aera ao redor da piscina muito bem cuidada e com decoração rústica bem bacana.





Antes de iniciar o passeio, vestimos a maldita roupa de neoprene e bota (eu sei que a água do rio é fria e não tem como fazer o passeio sem a roupa, mas ela aperta até a minha alma!! Sofri horrores para vestir!!), pegamos o snorkel com máscara e, em uma carreta estilo pau de arara, seguimos até o início da trilha.
A trilha era curta, de uns 500 metros pela mata ciliar. Um fotógrafo também acompanhava o grupo registrando os momentos da trilha e depois outro, já na flutuação, fotografa todos dentro da água.
A trilha passou pelas nascentes do Rio Sucuri. São várias nascentes. E são lindas!!







O Rio Sucuri é considerado um dos rios de água mais cristalina do mundo! Seu nome deve-se ao seu percurso com muitas curvas e muito sinuoso, mas não se preocupe porque não é comum encontrar sucuris nele.



Mais uma vez, o responsável por essa transparência toda da água é o calcário, presente no leito do rio, bem mais superficial do que em outros rios, que faz o papel de decantar as impurezas, deixando a água cristalina.
A flutuação por 1200 metros ocorre de maneira bem fácil, pois a correnteza do rio encarrega-se de levar a gente.



É algo deslumbrante estar ali flutuando em águas tão cristalinas!!



Infelizmente, o Rio Sucuri não tem muitos peixes. Vi poucos peixes, na verdade, e acho que a época do ano influencia bastante. A vegetação era bem bonita, todavia. Em alguns trechos havia pedras e era necessário desvia delas (momento em que eu, ao segurar em uma pedra, acabei cortando a minha mão!! Portanto, tem que ter muito cuidado por ali!!).



O grupo que foi de manhã conseguiu ver uma anta na beira do rio. Eu não vi!
A guia Taís, a mesma que fez o passeio da Trilha das Cachoeiras, acompanhou a gente durante a flutuação em um barquinho durante todo o trajeto, caso alguém precisasse parar um pouco para descansar.



Quem tiver tempo para fazer as principais flutuações em Bonito tem que fazer essa do Rio Sucuri que encanta principalmente por suas águas azuis e cristalinas. É belíssimo.
No final do passeio, havia a mesma caminhonete (tipo pau de arara), esperando a gente para levar de volta para a Fazenda/receptivo.
Lá curti o sol, que estava maravilhoso, à beira da piscina e depois não resisti e comprei o CD com fotos que foram tiradas pelos fotógrafos ao longo do passeio.
E mais um dia intenso de passeios estava encerrado!
A cidade estava bem mais cheia de turistas. À noite, fomos para o centrinho e resolvemos voltar ao Pantanal Grill para comer novamente carne de jacaré, mas dessa vez com molho de camarão. Delicioso!! E muito bem servido!! Aliás, três pessoas ficariam bastante satisfeitas com esse prato. Eu e meu irmão voltamos rolando para o hotel.
Mas eu tinha que, antes, passar no Delícias do Cerrado e tomar um picolé: goiabada com queijo. Preciso dizer que estava muito gostoso? Heheheh...

Nenhum comentário:

Postar um comentário